Serviços
acessibilidade



Publicado em: 16/03/2020 - Última modificação: 16/11/2020 - 10:34
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Unicef e Prefeitura se unem para combater violência contra crianças e adolescentes

REUNIÃO - Projeto prevê ações de orientação na escola, palestras, roda de conversa com os pais e familiares, envolvimento do Conselho Tutelar e toda a equipe da assistência social



Iniciativa será implantada em toda a Baixada Santista e Vale do Ribeira

Compartilhar:

O Brasil realizou um grande processo de inclusão de crianças e adolescentes nas políticas publicas, no entanto uma parcela da população ainda continua excluída, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). E no último dia 11, profissionais da Unicef e equipes da Secretarias da Assistência e Desenvolvimento Social e Saúde se reuniram para discutir projeto que unirá esforços para trabalhar pela garantia dos direitos daqueles mais vulneráveis, com enfoque às vítimas de violência.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

Durante a reunião, o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Rogélio Ferreiro Rodrigues Salceda, esteve presente para ouvir e discutir a proposta apresentada pelos profissionais do Unicef. “Itanhaém tem o menor índice de evasão escolar do Brasil. Investimos em ações que incentivam a participação do aluno na escola, como é o caso do Programa Social Escolar, que identifica as problemáticas da família, ajuda a encontrar soluções e minimiza problemas”, ressalta o titular da pasta.

A iniciativa apresentada em reunião será implantada em toda a Baixada Santista e Vale do Ribeira, com ações de orientação na escola, palestras, roda de conversa com os pais e familiares, envolvimento do Conselho Tutelar e de toda a equipe da assistência social. O intuito é prevenir, detectar e responder a todas as formas de violência contra todos os jovens.

O projeto foi apresentado por Adriana Alvarenga, coordenadora da UNICEF em São Paulo, que explicou um pouco da organização. Já Ranieri Pontes, coordenador da área de proteção, explicou todo o projeto e como será desenvolvido. “Acreditamos que todos da cidade devem ser conscientizados”. Após a aprovação, o projeto terá início neste mês e encerramento em dezembro de 2021.

 


Palavras-chave: , , ,