Publicado em: 13/07/2020 - Última modificação: 06/08/2020 - 09:39
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Estruturado para a população vulnerável, novo Centro POP terá viés empreendedor

SITUAÇÃO DE RUA - Espaço conta com canil, lavanderia, dormitórios, salas de atendimento, de convivência, de reuniões e administrativas e espaço externo para o cultivo de horta comunitária



Referência para a proteção e o auxílio à população em situação de rua, Centro POP passa a funcionar na Rua Manoel Francisco Lisboa, no Belas Artes

Compartilhar:

Principal porta de entrada para a inclusão social de pessoas em situação de vulnerabilidade, o novo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), entregue no dia 9 de julho, iniciou as atividades com uma proposta inédita: além de ampliar a rede de acolhimento para atender até 100% do público em situação de rua, o espaço fornecerá cursos e oficinas para dar ritmo a situações de autonomia em que o usuário se sinta confortável durante uma entrevista de emprego ou confiante ao abrir o próprio negócio.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr
Confira as imagens no Flickr

Referência para a proteção e o auxílio à população em situação de rua, no Centro POP, vinculado à Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, funciona na Rua Manoel Francisco Lisboa, no Belas Artes, o antigo CETPI. Segundo levantamento da equipe técnica da Prefeitura, muitos fatores contribuem para levar uma pessoa a trocar o conforto do lar pela solidão das ruas, como abandono familiar, casos de violência e falta de oportunidade para ingressar no mercado de trabalho.

Com 1.095 m² de área, o centro de referência à população em vulnerabilidade social conta com canil, lavanderia, dormitórios, salas de atendimento, de convivência, de reuniões e administrativas, além de recepção, almoxarifado, banheiros com chuveiros e espaço externo para o cultivo de horta comunitária.

“Muitos moradores de rua são acompanhados por seus amigos de quatro patas – cães e gatos – e acabam desistindo de permanecer no ambiente. Por isso, montamos um espaço para que eles também sejam hospedados no mesmo local em que estão os seus donos”, ressalta a coordenadora do Centro Pop, Maria Janete Andrade, mais conhecida como Mari, que endossa que este mês as abordagens às pessoas em situação de rua são intensificadas, principalmente porque esta população está mais suscetível à Covid-19.

Os frequentadores do local terão três refeições diárias, com direito a banho e triagem que dá acesso ao serviço de referência multidisciplinar com avaliação por assistente social, psicóloga e auxiliar de enfermagem, à documentação civil, encaminhamento para rede socioassistencial e setorial (CAPS AD, USF, entre outros) e o cadastramento no CadÚnico para, posteriormente, chegarem à Casa de Acolhimento Fênix.

O impulso para o mercado de trabalho será dado pelo projeto Fênix, que atenderá usuários com o objetivo de potencializar a veia empreendedora de cada pessoa. As novas instalações do Centro Pop obedecem às normas técnicas de acessibilidade, com salas de aula para a participação de grupos de conscientização, de atividades que estimulam a autoestima, rodas de conversa, de música, oficinas de pintura, de pneus, de junco, entre outros.

PRESENÇA

No ato de entrega do novo Centro POP estiveram presentes o prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes, e autoridades estaduais, como a do secretário de Justiça e Cidadania, Paulo Dimas, e a da secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.


Palavras-chave: , , ,