Publicado em: 05/08/2020 - Última modificação: 16/11/2020 - 15:09
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Banco de Alimentos se destaca como referência ao combate à fome e zero desperdício

AÇÃO - O equipamento recebe em média 75 toneladas de alimentos por ano para atender mais de 2 mil famílias de baixa renda cadastradas no Município



Os produtos que chegam passam por triagem pela equipe que seleciona, separa e entrega os mantimentos às pessoas em vulnerabilidade social

Compartilhar:

Combater a fome por meio de arrecadação de mantimentos fornecidos por empresas e doar às pessoas em situação de vulnerabilidade social e entidades assistenciais cadastradas no Município. Este é apenas um dos objetivos do Banco de Alimentos, importante equipamento público de referência nacional em programas de segurança alimentar, que recebe em média 75 toneladas de alimentos por ano para atender mais de 2 mil famílias ao mês com zero desperdício.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

O Banco atua desde 2007 no combate à fome e ao desperdício de alimentos, que são arrecadados por meio de empresas, indústrias, supermercados, varejões e pelos 64 pequenos produtores locais que fornecem hortifrúti como legumes, verduras e frutas por meio do Programa de Aquisição da Agricultura Familiar (PAA). Os mantimentos que chegam passam por triagem pela equipe que seleciona, separa e entrega os alimentos às famílias de baixa renda cadastradas no programa.

Leia mais
Alimentos frescos e saudáveis todos os sábados na Feira do Produtor
Voluntárias do Guapiranga distribuem sopa aos necessitados

Os produtos que sobram e que não estão bons para o consumo, mas sem restrições de caráter sanitário, são usados na alimentação de animais que pertencem às entidades que trabalham com a criação de porcos, galinhas, entre outros.

“O Banco de Alimentos tem como principal ação executar a coleta urbana e rural no intuito de reduzir o desperdício e combater a fome. Desta forma, os equipamentos que estão em locais de agricultura e pesca como o nosso tem como característica receber e doar alimentos perecíveis que estão no topo da cadeia de resíduos úmidos”, esclarece o secretário de Desenvolvimento Econômico Eliseu Braga Chagas.

A equipe do Banco é composta por 13 profissionais, entre supervisor, coordenador, nutricionista, manipulação dos alimentos, limpeza, captação, montagem de cestas e controle de qualidade e estagiários

PRÊMIOS

Ao longo dos anos, as ações realizadas pelo Banco de Alimentos renderam a Itanhaém algumas premiações, são elas: Prefeito Empreendedor Sebrae, em 2015; o Prêmio Mário Covas, em 2015 e 2016; e o Prêmio Josué de Castro, em 2017.


Palavras-chave: , , , , , ,