Serviços
acessibilidade



Publicado em: 03/12/2020 - Última modificação: 03/12/2020 - 16:41
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Governo de SP coloca o Estado na fase amarela do plano de flexibilização

CORONAVÍRUS - A medida, que entrou em vigor na quarta-feira (2), é mais restritiva que a verde, e limita mais os horários de funcionamento do comércio e serviços



A mudança obriga comércios e serviços a funcionarem 10 horas por dia

Compartilhar:

O Governo de São Paulo colocou todo o Estado na fase amarela do plano de flexibilização econômica. O anúncio foi feito pelo governador João Dória na última segunda-feira (30) e entrou em vigor na quarta-feira (2). A medida foi tomada conforme orientações do Centro de Contingência da Covid-19. A Baixada Santista estava na fase verde.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

A mudança para a Fase Amarela obriga comércios e serviços a funcionarem 10 horas por dia. O centro de contingência da Covid-19 ainda optou por diminuir o tempo de análise de dados de 28 em 28 dias para o intervalo de sete dias. No entanto, a próxima reclassificação está agendada para o dia 4 de janeiro. Segundo o governo, só haverá reclassificação semanal em caso de piora, e não de avanço.

De acordo com o Plano São Paulo, cinemas, teatros e museus podem permanecer abertos na fase amarela. Também é permitida a abertura de instituições de ensino públicas e privadas do estado, além disso, a mudança para a fase amarela não altera a programação de volta as aulas e as escolas não serão fechadas.

Confira o que muda com o retorno da Fase Amarela:

– Eventos com público em pé passam a ser proibidos;

– Ocupação máxima de shopping centers, galerias, comércio e serviços passam de 60% para 40% da capacidade e o horário de funcionamento passa a ser reduzido de 12 para 10 horas por dia;

– Ocupação máxima de restaurantes ou bares para consumo local passa de 60% para 40% e o horário de funcionamento será restrito a dez horas por dia e até as 22 horas;

– Ocupação máxima de salões e barbearias passa de 60% para 40% da capacidade e o horário de funcionamento passa a ser reduzido de 12 para 10 horas por dia;

– Eventos, convenções e atividades terão sua capacidade máxima limitada de 60% para 40%, o controle de acesso é obrigatório, assim como hora e assentos marcados;

– Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginástica terão capacidade reduzida de 60% para 40% e aulas e práticas em grupo estão suspensas.

Plano SP

O Plano São Paulo regulamenta a quarentena em todo o Estado, classificando as regiões em cores e determinando quais locais podem avançar nas medidas de reabertura da economia. Os critérios que baseiam a classificação das regiões são:

– Ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs);

– Total de leitos por 100 mil habitantes;

– Variação de novas internações, em comparação com a semana anterior;

– Variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior;

– Variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.

– Na fase verde também é considerado óbitos e casos para cada 100 mil habitantes.

– Regiões que atingirem as fases 3 (Amarela) ou 4 (Verde) permanecerão nessas fases desde que tenham indicadores semanais inferiores a 40 internações por Covid-19 a cada 100 mil habitantes e 5 mortes a cada 100 mil habitantes.


Palavras-chave: , , , ,