Serviços
acessibilidade



Publicado em: 09/03/2021 - Última modificação: 11/03/2021 - 18:29
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Cirurgias de “língua presa” em recém nascidos serão realizadas em Itanhaém

FRENECTOMIA - Essa alteração pode ser diagnosticada em recém nascidos através do ‘teste da linguinha’, realizado por um fonoaudiólogo ou pediatra.



Compartilhar:

A partir de agora, serão realizadas cirurgias de frenectomia para recém-nascidos, oferecida pelo Centro de Especialidades Odontológicas de forma gratuita.
Essa cirurgia é de extrema importância para bebês que apresentam de problemas no frênulo da língua (língua presa). As alterações no frênulo de língua podem prejudicar a amamentação ou comprometer o ato de engolir, mastigar e falar. É muito comum e ocorre quando a membrana que prende a língua na parte de baixo da boca é muito curta, dificultando os movimentos de língua. Esse problema pode ser diagnosticado com o ‘teste da linguinha’, realizado por um fonoaudiólogo ou pediatra, um exame obrigatório realizado nos primeiros dias de vida do bebê, principalmente observando a amamentação.

A cirurgia é um procedimento bem simples e indolor e é importante ser feito o mais cedo possível para evitar as consequências negativas da língua presa que limita os movimentos da língua durante a sucção e deglutição, o que pode levar ao desmame precoce, na introdução da papinha sólida, os bebês com a língua presa podem apresentar dificuldades para engolir e até sofrer engasgos, podem também apresentar alterações na estrutura oral e na respiração além de dificultar o aprendizado da fala,

Conforme determinação das diretrizes do Ministério da Saúde a frenectomia pode ser realizada no CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) considerada uma cirurgia oral mínima. O recém-nascido que é atendido em primeira consulta no Cescrim (Centro Especializado na Saúde da Criança e da Mulher), assim que diagnosticado com essa alteração pelo médico, é prontamente encaminhado ao CEO, que agendará e realizará o procedimento de forma breve.

Inicialmente o procedimento será realizado na faixa etária de 0 a 12 meses.
A disponibilização gratuita desse procedimento foi uma importante conquista da Secretária de Saúde juntamente com as unidades de atendimento CEO e Cescrim.