Publicado em: 03/05/2021 - Última modificação: 05/05/2021 - 11:11
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Programa de Aquisição de Alimentos fortalece a agricultura e ajuda famílias carentes de Itanhaém

AJUDA - Cerca de 700 famílias, aproximadamente 1200 pessoas recebem os produtos todo mês.



Compartilhar:

Aproximadamente 120 toneladas de alimentos serão adquiridos por meio do PAA (Programa da Aquisição de Alimentos) da cidade de Itanhaém. Entre 2020 e 2021, foram destinados R$ 390 mil, por meio do Governo Federal, (Ministério da Cidadania), para a compra de hortifrútis que exclusivamente são produzidos por agricultores do município.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

Os alimentos comprados com esses recursos, servem para ajudar pessoas que estão em estado de vulnerabilidade social ou de saúde e que fazem parte de programas sociais. Cerca de 700 famílias, aproximadamente 1200 pessoas recebem os produtos todo mês, através do Banco de Alimentos, que mantém projetos de segurança alimentar, para atender famílias de baixa renda.

Segundo Rogélio Salceda, Secretário de Desenvolvimento Econômico, “o PAA é um forte aliado, para combater a fome e principalmente fortalecer a economia da agricultura familiar da nossa cidade”.

Itanhaém é considerada uma das melhores cidades com excelente desempenho no desenvolvimento rural sustentável. A Prefeitura em 2014, foi uma das vencedoras da primeira edição do Prêmio Cidadania no Campo, que foi reconhecida em âmbito estadual pelas iniciativas bem sucedidas voltadas à agricultura.

PROGRAMA RECONHECIDO E PREMIADO

Os trabalhos desenvolvidos na agricultura familiar de Itanhaém, renderam premiações importantes para a Cidade. São elas: Prefeito Empreendedor Sebrae, em 2014; o Prêmio Mário Covas, em 2015; e o Prêmio Josué de Castro, em 2017.

Única representante da Baixada Santista em 2014, Itanhaém ficou entre os dez municípios vencedores que fazem parte de um grupo de 258 prefeituras credenciadas no Sistema Estadual Integrado de Agricultura e Abastecimento.

O município se destacou em dez critérios técnicos: estrutura institucional, infraestrutura rural, produção, distribuição e consumo sustentável, defesa agropecuária, abastecimento e segurança alimentar, fortalecimento social do campo, solo e água, biodiversidade, resiliência e adaptação às mudanças climáticas e interação campo-cidade.

Vale destacar que o recurso destinados pelo estado, só foi possível devido a excelente organização durante todo o período na prestação de contas e documentação do município.