Serviços
acessibilidade



Publicado em: 14/05/2021 - Última modificação: 17/05/2021 - 16:35
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Documentário que retrata trajetória de quilombola estreia nesta sexta (14)

CULTURA - O documentário traz em 66 minutos as origens, o desenvolvimento, a situação atual e as dúvidas sobre o futuro do quilombo da segunda cidade mais antiga do país



Compartilhar:

Dando sequência aos lançamentos do Festival Cidade Cultural, será lançado nesta sexta-feira (14), às 20h30, o novo documentário, “Dona Laura do Quilombo: entre silêncios e histórias ” que resgata parte da biografia de Mãe Laura, mulher, negra, quilombola, líder de uma comunidade estabelecida às margens sociais da cidade de Itanhaém, no litoral sul paulista. Você pode conferir a estreia pelo canal oficial do Youtube da Prefeitura de Itanhaém.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

Por meio de relatos e fotografias, Maria Elise Rivas, Doutora em Ciências da Religião e também líder de uma comunidade afro-brasileira, conduz essa narrativa para encontrar em mais de oitenta anos de vivências, como se deu e se dá a construção identitária da Mãe Laura e de sua comunidade.

Nascida em Minas Gerais, Mãe Laura já foi premiada na Europa como cabeleireira de salão de beleza com sócio francês. Conheceu Adido Cultural, que era morador do Consulado da Alemanha no Brasil e teve filhos. Mas foi em Itanhaém que se estabeleceu e mantém sua comunidade, originando o Quilombo, com a valência de quem soube caminhar entre extremos.

Realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc, o documentário foi filmado e produzido no segundo ano da pandemia mundial de Covid-19, de janeiro a abril de 2021, seguindo protocolos de higienização e distanciamento social, e traz em 66 minutos as origens, o desenvolvimento, a situação atual e as dúvidas sobre o futuro do quilombo da segunda cidade mais antiga do país.