Serviços



Publicado em: 22/07/2021 - Última modificação: 27/07/2021 - 16:54
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Itanhaém é referência em gestão de resíduos sólidos; Modelo para outros estados

EXEMPLO - Secretário Executivo Municipal de Meio Ambiente e Mineração, da cidade de São Félix do Xingu, no Pará, Sérgio Benedetti, veio conhecer de perto o trabalho desenvolvido no município.



Compartilhar:

Itanhaém é referência quanto à gestão de resíduos sólidos. Os serviços de administração e destinação da coleta do lixo atendem eficazmente às normas e diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o que faz o município servir de modelo a outras cidades e estados. Nesta quinta-feira (22), Itanhaém recebeu a visita do Secretário Executivo Municipal de Meio Ambiente e Mineração, da cidade de São Félix do Xingu, no Pará, Sérgio Benedetti, que veio conhecer de perto o trabalho desenvolvido.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

Na oportunidade, o secretário de Planejamento e Meio Ambiente, César Augusto de Souza Ferreira recepcionou o representante da cidade do Pará, explicando todas as ações e diretrizes estabelecidas para promover a adequada gestão de resíduos sólidos na cidade. Também participaram do encontro, o secretário de Serviços e Urbanização, José Renato Costa de Oliva, e a equipe técnica de meio ambiente.

Atualmente, Itanhaém possui 100% da coleta de lixo atendida. Com uma população estimada em mais de 100 mil habitantes, são recolhidas cerca de 90 toneladas por dia. Na alta temporada, são mais de 400 toneladas diárias encaminhadas à Usina Brasil, empresa contratada pela Prefeitura que atua para o recebimento dos resíduos domésticos, e tem por finalidade  fazer a recuperação dos materiais recicláveis e realizar o transbordo do lixo.

De acordo com o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Mineração, da cidade de São Félix do Xingu, Sergio Benedetti, a cidade de Itanhaém é citada como referência pela Federação dos Municípios do Estado do Pará (FAMEP), vinculado ao Governo do Estado, no que diz respeito a administração de políticas públicas voltadas a coleta seletiva e reciclagem.

 “Estou atrás de boas experiências que impactam positivamente na cidade. Ouvi muito falar sobre os bons projetos de Itanhaém, e fiz questão de vir conhecer de perto as práticas de coleta seletiva, reciclagem, ecopontos, destinação e separação do lixo. Fiquei impressionado com o trabalho realizado, tudo é planejado e muito eficiente. Levarei uma excelente experiência para o meu município”, afirmou Benedetti.

A coleta seletiva funciona no Município há quase 12 anos e é responsável por recolher e comercializar cerca de 15 toneladas de recicláveis ao mês, realizado pela Cooperativa Coopersol. A Cidade possui o Plano Municipal de Saneamento, e estuda implantar lei específica de coleta seletiva e logística reversa.

Na Cidade, existem também quatro Ecopontos. Os equipamentos recebem descarte de entulhos de construção civil, materiais recicláveis, restos de poda de árvore e móveis sem utilidade, nas regiões do Verde Mar, Cibratel II, Gaivota e Savoy, além de uma estação de transbordo na Chácara Cibratel.

“Estamos muito felizes pelo reconhecimento. Isso nos motiva, e mostra que mesmo ainda tendo muito há se fazer, estamos no caminho certo. É muito bom saber que somos exemplos para outras cidades, a Administração Municipal está de portas abertas para quem quiser conhecer melhor o nosso trabalho”, afirmou o secretário de Planejamento e Meio Ambiente, César Augusto de Souza Ferreira.