Serviços
acessibilidade



Publicado em: 04/08/2021 - Última modificação: 12/08/2021 - 16:44
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Merenda escolar é referência em qualidade e diversidade no cardápio

REFEIÇÃO - Elaborado por nutricionistas, o cardápio é disponibilizado no site da Prefeitura de Itanhaém para a consulta dos pais. Todos os alunos podem repetir até que se sintam satisfeitos



Compartilhar:

Elaborada por nutricionistas qualificados que trabalham para adaptar as necessidades de crescimento e desenvolvimento das crianças, a merenda escolar oferecida pela Prefeitura Municipal de Itanhaém, equilibra alimentação saudável e sabor na mesma refeição. O cardápio é disponibilizado no site oficial da Prefeitura para a consulta dos pais.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

Atualmente, devido à pandemia, com o retorno das aulas presenciais aos alunos do pré II ao 9º ano, a merenda escolar voltou a ser distribuída nas unidades escolares. A Educação de Itanhaém segue a risca as recomendações necessárias para ter uma alimentação de qualidade, com um cardápio diversificado que obedece às necessidades nutricionais de cada faixa etária.

CONFIRA AS FOTOS

Os pratos são nutritivos e adotam as normas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e a Recomendação Diária Escolar. Todos os valores de referência são respeitados, sendo atendido os 20% das necessidades nutricionais de energia e macronutrientes para os alunos matriculados na Educação Básica em período parcial.

Segundo a secretária de Educação, Cultura e Esportes, Márcia Galdino Alves, uma alimentação saudável e balanceada contribui efetivamente no desenvolvimento físico e intelectual do aluno. “Uma boa alimentação é fundamental para o bom desempenho do aluno”, explicou.

Ainda de acordo com a secretária, as unidades escolares seguem todas as determinações da Vigilância Sanitária. “Após a troca de cada turma, todas as mesas e cadeiras são higienizadas, além disso, as frutas, pães e bolachas são embalados individualmente, tudo pensando na segurança e bem estar do aluno”, disse Márcia Galdino.

Em todas as unidades escolares, existe uma equipe de merendeiras responsável pelo recebimento dos gêneros necessários para a elaboração das refeições (perecíveis e estocáveis) e pela higiene do local (descartáveis e limpeza), além do preparo das refeições que devem seguir rigorosamente o cardápio indicado. Além disso, a merenda é preparada com o mínimo de antecedência possível antes da distribuição, este é mais um cuidado para assegurar as características do alimento.

Nos horários pré-estabelecidos os alunos são liberados para degustarem a merenda, seja o desjejum, o almoço ou lanche da tarde. É válido lembrar, que todos os alunos podem repetir até que se sintam satisfeitos.

De acordo com a mãe da aluna Bruna Gomes Coloniezi, do 5º ano D, da Escola Escola Municipal Lídia Martha Ferrielo Gianotti, Silvia das Graças Gomes Coloniezi, a merenda escolar é balanceada, nutritiva e de qualidade. “Acompanho pelo site da Prefeitura o cardápio da minha filha e é sempre muito diversificado. Ela e as amigas sempre contam que as crianças repetem a merenda de tão boa que é. Sempre ouço elogios, e fico muito feliz com isso”, afirmou.

“A comida é muito boa. Eu estava com saudade da escola e da merenda, não via a hora de voltar. O dia que eu mais gosto é o do macarrão”, enfatizou o aluno do 5º ano da Escola Municipal Lídia Martha Ferrielo Gianotti.

A aluna do 2º ano, Laura Melissa Palácio Ruiz, que estava comendo arroz com feijão, isca de carne com mandioca, salada de alface com tomate, e banana de sobremesa, disse que esse dia do cardápio era o que ela mais gostava.  “Eu estava com saudade desse prato que estou comendo hoje. Está uma delícia, é sempre tudo muito gostoso”.

REFEIÇÕES – Os alunos da educação infantil e ensino fundamental recebem um lanche composto por pão com margarina ou bolacha, iogurte ou leite. No almoço são oferecidos arroz, feijão, carne ou frango, legumes, salada e sobremesa, podendo ser fruta ou gelatina. São oferecidas duas refeições por período, conforme cardápio disponibilizado no site.

“Com o objetivo de promover uma alimentação escolar mais saudável optamos por estabelecer o uso restrito de gorduras saturadas, gordura trans, sal e açúcar, aumentando o consumo de frutas e hortaliças nas refeições ofertadas. A cada 15 dias, para agradar o paladar infantil, é permitido um alimento como a salsicha, que pode ser utilizado esporadicamente, não atrapalhando a dieta nutricional”, explicou a nutricionista da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, Maristela Uraguchi.

ALIMENTAÇÃO ESPECIAL – Crianças com diabete, intolerância à lactose e hipertensão recebem uma atenção especial. Para estes alunos a equipe se preocupa em elaborar um cardápio diferenciado, conforme recomendações do relatório médico. Após a entrega do documento a comida é substituída por alimentos diets, como por exemplo, cereais e gelatinas sem açúcar.