Serviços
acessibilidade



Publicado em: 28/09/2021 - Última modificação: 28/09/2021 - 15:18
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Saúde realiza oficina sobre a Política Nacional de Humanização

ENCONTRO - A oficina teve como proposta, o cuidado em saúde, processos de trabalho, protagonismo das equipes e autonomia, acolhimento e trabalho integrado



Compartilhar:

A Secretaria de Saúde, realizou entre os dias 16 e 17, oficinas sobre a Política Nacional de Humanização (PNH) que, por meio da consolidação do princípio do Sistema Único de Saúde (SUS), apoia melhorias da Gestão e Atenção em Saúde. Essa política visa fixar no cotidiano, os cuidados e diretrizes humanizadoras que produzam mudanças sustentáveis nos processos de trabalho, modelos de atenção e gestão.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Flickr

A ação contou com o apoio das articuladoras Roseli Rodrigues e Mara Regina Annunciação da DRS IV e da apoiadora Cristiane Marchiori Pereira da SES/SP. Dentre seus objetivos estão a corresponsabilização do cuidado em rede e o contágio dos trabalhadores com princípios que transcursam as tecnologias relacionais.

A PNH existe desde 2003 e foi construída para efetivar os princípios do SUS em todos os campos do cuidado em saúde, ou seja, ela se posiciona em diversos processos que vão desde os gerenciais e organizativos até os assistenciais, qualificando a saúde pública no Brasil e incentivando trocas solidárias, qualificadas e resolutivas entre gestores, trabalhadores e usuários.

A oficina teve como propostas o cuidado em saúde, processos de trabalho, protagonismo das equipes e autonomia, acolhimento e trabalho integrado, sempre orientado a ampliar os espaços de trocas para maior integração dos serviços e colaboradores, num formato de aproximação da gestão aos processos de cuidado do município.

Estiveram presentes no evento a Secretária de Saúde Guacira Barbi, gestores administrativos, técnicos e colaboradores de todos os serviços que compõem as estruturas que garantem a produção de cuidado ao munícipe itanhaense.

Os relatos mostraram o quanto os encontros potencializam o fortalecimento, inspiração compartilhada, relato de construção e manutenção de iniciativas exitosas, além da identificação de ações e serviços disponibilizados pelas equipes. Dessa forma, a possibilidade de se encontrar, ouvir, relatar multiplica os arranjos entre a rede, garantindo sua ampliação e sustentabilidade.

“Trabalhamos com um esforço prioritário de que esta seja uma gestão compartilhada, coletivizada na medida em que todos participam e se responsabilizam pelas estratégias e resultados, reconhecendo como o apoio externo (DRS IV e SES/SP) pode favorecer o debate para produção de práticas cuidadoras”, afirmou a secretária de Saúde, Guacira Barbi.  

A Secretaria de Saúde estabeleceu a reprodução das oficinas em cada um dos serviços de saúde municipais como ferramenta de sustentabilidade do processo. O objetivo para os próximos encontros é apontar os resultados e estabelecer novos objetivos.