Informativo – COVID-19

Oficialmente denominada de COVID-19 (sigla em inglês para “coronavirus disease 2019”), a doença causada pelo novo coronavírus ocasiona uma infecção respiratória. O quadro clínico do paciente se assemelha a um típico resfriado, porém alguns casos podem ser mais graves, como em pessoas que já possuem outras doenças.

Até o momento não há muitas informações fundamentadas sobre as características da doença. Porém, os sintomas mais conhecidos são:
• Febre;
• Tosse;
• Dificuldade para respirar.
De acordo com o Ministério da Saúde, alguns coronavírus podem causar doenças graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

Investigações sobre formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa está ocorrendo. Porém, não é claro com que facilidade o coronavírus se espalha.
Apesar disso, a transmissão do vírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:
• Gotículas de saliva;
• Espirro;
• Tosse;
• Catarro;
• Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
• Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Algumas medidas devem ser tomadas para evitar a disseminação do vírus.
• Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel com frequência;
• Cubra a boca e o nariz com um lenço ao tossir ou espirrar;
• Mantenha pelo menos dois metros de distância daqueles que estejam tossindo ou espirrando;
• Desinfete objetos e superfícies tocados com frequência;
• Evite tocar boca, nariz e olhos com as mãos não lavadas;
• Evite ambientes fechados ou com multidões;
• Não compartilhe objetos de uso pessoal.

Inicialmente, como em todo o país, a principal recomendação é que os munícipes só saiam de casa em situações necessárias, principalmente pessoas que apresentem quadros de gripe. Porém, caso a situação evolua para falta de ar excessiva, é necessário procurar algum serviço de saúde: primeiramente alguma Unidade de Saúde da Família (USF) e, em necessidade de alguma intervenção mais aguda, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

É importante ressaltar que todas as Unidades de Saúde da Família estão funcionando normalmente, bem como a UPA, de maneira com que exista serviço público de saúde por 24 horas. De segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, as USFs estão a todo vapor, já a UPA está de prontidão para atender a população durante 24 horas.