Serviços
acessibilidade



Publicado em: 17/05/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:30
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

4º Encontro de Capoeira Angola acontecerá neste sábado

CULTURAL - O mestre Zequinha Almeida, da Escola de Capoeira Raiz de Angola de Piracicaba, ministrará uma oficina de movimentos e musicalização sobre esta cultura na EM Noêmia Salles Padovan



O mestre Zequinha Almeida, da Escola de Capoeira Raiz de Angola de Piracicaba

Compartilhar:

A capoeira angola é uma expressão cultural de matriz africana, que está associada à trajetória de resistência do povo negro na história do Brasil. O mestre Zequinha Almeida, da Escola de Capoeira Raiz de Angola de Piracicaba, ministrará uma oficina de movimentos e musicalização sobre esta cultura neste sábado (18), às 15 horas, na Escola Municipal Noêmia Salles Padovan, na Rua Emídio Pereira de Castro, Guapiranga. Além disso, o público poderá participar de uma roda de capoeira a partir das 17 horas.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no InstagramFacebook e no Twitter

José de Almeida Filho, conhecido nas rodas de capoeira como mestre Zequinha, pratica capoeira há 30 anos. Em 1986, quando visitou a Bahia, teve contato com a Copeira Angola e foi amor à primeira vista. Fundou a Escola de Capoeira Raiz de Angola, em Piracicaba, no ano de 1996, com o intuito de transmitir os valores culturais, as origens históricas, conhecimentos técnicos e filosóficos da capoeira angola. O responsável pelo Grupo Capoeira Angola Ilê Dandara, de Itanhaém, o professor efetivo de Histórias, Reginaldo do Nascimento, mais conhecido como Limbo, é discípulo do mestre Zequinha de Almeida.

Leia mais
Confira a programação cultural e encontre a atividade que é a sua cara

GRUPO CAPOEIRA ANGOLA ILÊ DANDARA (GCAID)

 O GCAID convida toda a comunidade para participar das aulas gratuitas de Capoeira Angola, que acontecem na Escola Municipal Noemia Salles Padovan, todas as segundas, quartas e sextas-feiras, às 20 horas, e aos domingos, às 10 horas, na Escola Estadual Jon Teodoresco.

Criado em 2011, o Grupo Capoeira Angola Ilê Dandara atua na perpetuação e no cultivo da capoeira angola. Expressividade, movimentação, musicalização, história e mitologia dessa cultura popular, valorização dos saberes de mestres mais antigos são trabalhados nas rodas e nos treinos. O angoleiro Limbo é o responsável pela organização e colocou o nome do grupo para homenagear a memória da guerreira e estrategista Dandara, a quilombola que lutou para defender Palmares ao lado de Zumbi.


Palavras-chave: , , ,