Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Relações Institucionais
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 06/02/2019 - Última modificação: 06/02/2019 - 12:53
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Logística reversa e gestão de água são temas do 5° Fórum dos Secretários de Meio Ambiente

MEIO AMBIENTE - Autoridades se reuniram para discutir soluções sobre questões ambientais



Da esquerda à direita: Marcos Libório, Dra. Maria Lourdes Rocha Freire, Ruy Manoel Alves dos Santos, Dra. Patricia Iglesias e Dr. Ricardo Kenji Oi

Compartilhar:

Por mais que o planeta seja composto por 75% de água, apenas 3% são apropriadas para o consumo. Deste percentual, 0,02% são acessíveis à população. Uma previsão da Organização das Nações Unidas (ONU) afirma que a quantidade de água produzida pelo seu ciclo natural é a mesma desde 1950 e deve continuar igual até 2050, ao passo que a demanda por água potável aumenta e os hábitos humanos degradam cada vez mais o meio ambiente. Regionalizando o tema, Itanhaém sediou no último dia 1º o 5° Fórum dos Secretários de Meio Ambiente do Litoral do Estado de São Paulo.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram , no Facebook e no Twitter

 Confira as fotos

Com o intuito de buscar soluções para esses problemas, representantes das cidades de Cubatão, Praia Grande, Cananéia, Bertioga, Santos, Guarujá, Peruíbe, Mongaguá e Itanhaém, além da presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Dra. Patricia Iglesisas, se reuniram para discutir sobre gestão de água, logística reversa e educação ambiental.

As deliberações tiveram início com um painel introdutório no qual o secretário de Meio Ambiente de Itanhaém, Ruy Manoel Alves dos Santos, foi o mediador do fórum. “Este evento é muito importante porque traz para a discussão assuntos extremamente relevantes para a saúde do meio ambiente”.

Após isso, cada integrante da mesa palestrou sobre um tema de sua especialidade. A primeira a falar foi Patricia Iglesias que deliberou sobre a visão do governo em relação aos problemas ambientais, cujo principal objetivo é priorizar a eficiência nos processos para que possam fazer uma interferência real na sociedade.

Quem teve a palavra em seguida foi Dra. Maria Lourdes Rocha Freire, coordenadora de Educação Ambiental do Estado. Ela abordou a questão ambiente e como o governo atua na tentativa de implementar estes projetos. O professor Dr. Ricardo Kenji Oi, coordenador do curso de Engenharia de Produção e professor nos cursos de Engenharia Ambiental, de Produção e Civil, falou especificamente sobre recursos hídricos.

Leia Mais:

O secretário de Meio Ambiente de Santos, Marcos Libório, foi o último a se apresentar. Durante o evento, ele explicou a importância da logística reversa, que é um instrumento para diminuir a quantidade de resíduos sólidos descartados sem destino. Consiste em restituir os rejeitos aos setores empresariais de origem para que possam ser reutilizados ou destinados a um local adequado. Além disso, também ressaltou que: “esse Fórum é uma união de forças contra o que prejudica a todos, para que não cometamos os mesmos erros do passado”.


Palavras-chave: , , , ,