Serviços
acessibilidade



Publicado em: 22/02/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:57
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Monumento Mulheres de Areia começa a ser restaurado pelo artista plástico Ronaldo Lopes

RECUPERAÇÃO - O reparo será feito pelo profissional como doação para o Município



O monumento foi alvo de vandalismo no dia 9 de fevereiro, na Praia dos Pescadores

Compartilhar:

O monumento em homenagem à novela Mulheres de Areia, alvo de vandalismo no dia 9 de fevereiro, na Praia dos Pescadores, começou a ser restaurado nesta sexta-feira (22) pelo artista plástico Ronaldo Lopes. A cabeça da estátua foi arrancada do corpo e encontrada jogada a poucos metros do local. O reparo será feito pelo profissional como doação para o Município.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

No dia do ocorrido, a equipe de limpeza do programa Verão no Clima encontrou as peças arrancadas da escultura. A campanha perene “Só quem não conhece nossa história é capaz de destruí-la”, da Prefeitura de Itanhaém, mobilizou munícipes e turistas que se sensibilizaram nas redes sociais.

O movimento busca despertar a todos a importância de manter intactos os monumentos, não só por a depredação causar prejuízos a diversos setores do Município, além de prejudicar o potencial turístico que movimenta a economia local, mas também por sua importância na história da Cidade.

Leia mais

Série sobre os 45 anos da novela Mulheres de Areia revela curiosidades

Praia dos Pescadores: um presente com belas paisagens

A estátua Mulheres de Areia já passou pelas mãos de Ronaldo Lopes, artista plástico responsável pelas restaurações dos monumentos do Município. O profissional já recuperou as esculturas Harry Forssell, Zeca Poitena, Anchieta e Curumim, Benedito Calixto, Monumento ao Trabalhador, Padre São José de Anchieta e São Francisco de Assiss.

A OBRA

A escultura Mulheres de Areia foi feita em homenagem à novela de mesmo nome que foi filmada na cidade em 1973, e fez tanto sucesso que as pessoas vinham acompanhar as gravações. Um dos personagens da novela, interpretado por Serafim González, fazia esculturas de areia da sua mulher amada e foi o criador do modelo base para a elaboração da própria estátua, inaugurada em 1975.


Palavras-chave: , ,