Serviços
acessibilidade



Publicado em: 05/04/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:51
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Representando Itanhaém, atleta sobe ao pódio em Campeonato Brasileiro de Stand Up Paddle

CONQUISTA - Atleta conquistou a segunda colocação na 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Stand Up Paddle, o que a coloca mais próxima do Mundial



A primeira fase do campeonato ocorreu em Itacimirim, na Bahia, nos dias 30 e 31 de março

Compartilhar:

A atleta Jéssika Matos de Souza, também conhecida como “Moah”, em mais uma conquista, levou o nome de Itanhaém ao pódio do Stand Up Paddle (SUP) brasileiro. Desta vez, a atleta conquistou a segunda colocação na 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Stand Up, o que a coloca mais próxima da classificação para o Mundial, que possui duas vagas para as brasileiras. Jéssika vem representando Itanhaém em diversos campeonatos, inclusive, esteve no Mundial do ano passado, que aconteceu na China, onde conquistou o 7º lugar em uma modalidade e 15º em outra.

 Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

A primeira fase do campeonato aconteceu em Itacimirim, na Bahia, nos dias 30 e 31 de março. Moah participou dos dois dias de provas, tendo nas modalidades race longa distância 12km e race técnico, um percurso onde os atletas contornam as boias em meio às ondas com transição e corrida na areia, processo válido como seletiva para o Campeonato Mundial de Stand Up Paddle (SUP), da Associação Internacional de Surfe (ISA, em inglês) 2019. A atleta da Cidade chegou em segundo lugar nas duas provas, conquistando, assim, a segunda posição da classificação geral.

Leia mais
“Bom de bola, bom na escola”: Copa “Pézinho na Bola” começa em abril; inscrições abertas
Talento de família: irmãos campeões brasileiros de taekwondo sonham com olimpíadas

OUTRO LADO

Jéssika trabalha na Creche Municipal Luz da Vida como educadora infantil. Conciliando a rotina esportiva com a escolar, Moah treina assim que o dia amanhece, na praia do Cibratel ll. Porém, seu tempo é contado, pois, às 9 horas, a atleta se transforma em funcionária da Rede Municipal de Ensino.

HISTÓRICO

Desde que Moah se encontrou no esporte, em 2014, ela coleciona um currículo de bons resultados. De 2014 a 2016, Jéssika venceu diversas competições pela região. Em 2017, a atleta foi vice-campeã brasileira na categoria sprint olímpica de 200 metros, além de ser quarta colocada no Circuito Brasileiro Geral. Além disso, foi campeã brasileira race técnico e vice-campeã brasileira geral.

Com tantas premiações, não poderia ser diferente: no último ano, ela foi convocada pela Confederação Brasileira de Surf (CBS) e representou o Brasil em duas modalidades no Campeonato Mundial de Stand Up Paddle (SUP), da Associação Internacional de Surfe (ISA, em inglês), na China, onde a atleta passou na classificatória em 2º lugar, ficando em 7º no resultado final da modalidade race sprint. Já na modalidade race técnico, Moah ficou na 3ª colocação, foi para a bateria final e conseguiu o 15º lugar entre os 33 atletas da modalidade.

Em 2018, Jéssika também foi para o Peru, pelo Panamericano, e ficou em 2º lugar na semifinal, com 6ª posição no resultado final entre 30 atletas.

AGENDA DA ATLETA

Nos próximos dias 13 e 14, Jéssika estará em Ilhabela para participar do maior festival de Stand Up da América Latina, o Aloha Sprint, que também contará pontos para outros principais circuitos mundiais.

Já a próxima etapa do Campeonato Brasileiro será em junho, em Ubatuba. As demais fases acontecerão por todo o país: além de Bahia e Ubatuba, a atleta estará em Brasília, Florianópolis e Campo Grande. Em outubro, a competição será internacional: Moah irá para a Califórnia competir pelo ‘Pacific Paddle Games’, uma das mais importantes provas de stand up do mundo.


Palavras-chave: , , ,