Serviços
acessibilidade



Publicado em: 27/04/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:51
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Pela proteção das crianças e adolescentes, Programa Cuidar realiza reunião

INTERSETORIAL - Programa tem realizado um significativo trabalho, principalmente no que tange os acompanhamentos de transtornos que atingem menores idade



Além dos integrantes das secretarias, estiveram presentes representantes do Programa Cuidar de outros municípios, como Peruíbe e Bertioga

Compartilhar:

No último dia 26, o Programa Cuidar realizou a Câmara Intersetorial, onde se reuniram pouco mais de 40 pessoas para comunicar os resultados dos atendimentos e acompanhamentos de diversos casos envolvendo crianças e adolescentes realizados pelo Programa. Além disso, a iniciativa foi conjunta às secretarias de Assistência e Desenvolvimento Social; Educação, Cultura e Esportes, e Saúde. A reunião aconteceu na sala de auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Itanhaém, ao lado do Fórum, no Centro.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

“O propósito é compreender que muitos sinais desde a infância, principalmente comportamentais, declaram a real situação vivida dentro de casa pela criança ou adolescente. Portanto, a percepção precoce destes sinais pode salvá-la e transformar os rumos desta pessoa, evitando que se torne alguém problemática”, afirmou durante a palestra o convidado especial do Cuidar, Dr. Gustavo Manoel Schier Doria, psiquiatra da Infância e do Adolescente do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“Quando optei pelo doutorado, já havia em mim o propósito de realizar algo significativo para a sociedade. O Município ter aberto as portas para isto foi o que possibilitou a realização deste propósito”, comentou o psiquiatra do HC-UFPR ainda na palestra, sobre a implantação de um projeto de prevenção em saúde mental na Infância e Adolescência, por meio do Programa Cuidar, com bases sociais e científicas para vencer os desafios.

Leia mais
Itanhaém recebe certificado do Estado por participação em Campanha de HIV e Sífilis
Moradores do Santa Júlia: Unidade de Saúde da Família é entregue à população

As câmaras intersetoriais possuem como principal objetivo desenvolver diretrizes com foco na proteção da criança e do adolescente. Os encontros devem acontecer mensal ou bimestralmente, e alguns podem ser abertos ao público, para que novas diretrizes surjam de acordo com as necessidades públicas. Além dos membros das secretarias, estiveram presentes representantes do Programa Cuidar de outros municípios, como Peruíbe e Bertioga.

Ademais, a 3ª Promotora de Justiça de Itanhaém, a Excelentíssima Dra. Luciana Marques Figueira Portella, parceira na luta pela proteção das crianças e adolescentes do Município, também esteve presente e discursou sobre a importância do Programa. “Eles têm realizado um significativo trabalho”, comentou a promotora.

DADOS

Sobre os acompanhamentos de transtornos decorrentes do excessivo uso de álcool e drogas, o Programa atende atualmente 875 casos. Já sobre os casos de transtorno pelo espectro de autismo, são 230. Casos de depressão acompanhados contabilizam 55 ao todo.


Palavras-chave: , , ,