Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 06/05/2019 - Última modificação: 06/05/2019 - 17:54
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Campanha que vai até o dia 31 deste mês imunizou 10.551 pessoas contra gripe

SAÚDE - As vacinas continuam disponíveis em todas as USFs. O Município tem meta de vacinar 32.996 pessoas



A vacina contra influenza é segura e é a intervenção mais importante para evitar casos graves e mortes pela doença

Compartilhar:

Para não ficar de fora, o munícipe deverá procurar uma USF mais próxima ou os locais dos postos volantes. A vacina contra influenza é segura e é a intervenção mais importante para evitar casos graves e mortes pela doença. A campanha visa diminuir a incidência de casos na Cidade. Segundo o Ministério da Saúde, não devem receber a vacina os alérgicos à proteína do ovo e ao timerosal; portadores de doenças neurológicas em atividade; e indivíduos que tiveram Síndrome de Guillain Barré.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter
Confira as fotos

Campanha Dia D - Vacinação Gripe

Segundo o resultado prévio disponibilizado pelo Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde, 10.551 pessoas já foram imunizadas em Itanhaém, entre crianças, gestantes, puérperas e idosos. As vacinas continuam disponíveis em todas as USFs. O Município tem a meta de vacinar 32.996 pessoas.

Leia mais
Combate ao Aedes: 15 minutos dedicados a medidas fáceis podem garantir a saúde da família
Escorpião: em caso de suspeita, acione o Controle de Endemias; saiba mais

Público-alvo: crianças a partir de 6 meses até as menores de 6 anos; gestantes e puérperas; trabalhadores da área da saúde; professores; indígenas; idosos a partir de 60 anos; adolescentes e jovens, de 12 a 21 anos, sob medida socioeducativa; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.


Palavras-chave: , , ,