Serviços
acessibilidade



Publicado em: 30/05/2019 - Última modificação: 16/11/2020 - 11:30
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Profissionais da Saúde serão capacitados para tratar doenças inflamatórias intestinais

INSTRUÇÃO - Há necessidade de capacitação aos médicos para que seja possível orientar os pacientes com segurança, oferecendo, assim, um melhor atendimento aos casos



O objetivo de capacitar os médicos é oferecer um atendimento certeiro à resolução dos incômodos sintomas que as doenças podem causar

Compartilhar:

A Secretaria Municipal de Saúde receberá, nesta sexta-feira (31), o Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal do Brasil (GEDIIB) que realizará uma capacitação aos profissionais da Atenção Básica da Rede Municipal de Saúde. Os encontros acontecerão em dois momentos do dia: às 9h30 e às 14 horas, no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE), para que seja possível instruir todos os médicos do Município. A palestra será ministrada pela Dr.Bianca Schiavetti, coordenadora regional do Estado de São Paulo do GEDIIB.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

Além de tê-los preparados para lidar com casos específicos, o objetivo de capacitar os médicos é oferecer um atendimento certeiro à resolução dos incômodos sintomas que estes tipos de doenças podem causar. Transmissão, tratamento, dicas de prevenção e outras informações estarão na palestra. É fato que para indicar o tratamento é imprescindível a avaliação clínica do paciente e do seu estado de hidratação, por isso a necessidade de capacitação aos médicos, pois assim será possível orientar com segurança.

Leia mais
Últimos dias: vacina contra gripe estará disponível nas USFs até esta sexta
Vigilância informa potrinho disponível para doação; animal encontra-se em Peruíbe

DIRETRIZES

Segundo o Ministério da Saúde, o diagnóstico clínico é constituído pela coleta de dados importantes que incluem: o início dos sinais e sintomas, número de evacuações, presença de muco ou sangue nas fezes, febre, náuseas e vômitos; presença de doenças crônicas; verificação se há parentes ou conhecidos que também adoeceram com os mesmos sinais ou sintomas.

Também cabe aos profissionais ter muita atenção quando na realização do exame físico, com enfoque na avaliação do estado de hidratação. Isto é importante para avaliar a instituição do tratamento adequado. Além disso, o paciente deve ser pesado, sempre que possível.

ALGUNS EXEMPLOS

Dentre casos exemplares destas doenças, podem ser citadas: doença de crohn e colite ulcerativa.


Palavras-chave: , , , ,