Publicado em: 31/01/2020 - Última modificação: 18/02/2020 - 09:56
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Em chuvas de verão, fique alerta quanto à leptospirose; conheça modos de prevenção

DOENÇA - Contato do principal agente transmissor (rato infectado) ao ambiente humano acontece por meio de inundações



A doença é causada pela bactéria do gênero leptospira, que penetra no corpo por meio da pele, especialmente por ferimentos

Compartilhar:

Estação típica de sol e muito calor, o Verão também tem como característica as fortes chuvas. E ocasionais alagamentos aumentam os riscos de leptospirose, uma perigosa doença transmitida pela urina de roedores. Este fato preocupa a Secretaria de Saúde. Por isso, o setor alerta os munícipes quanto aos cuidados de prevenção à doença.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

As enchentes facilitam o contato do principal agente transmissor (rato infectado) ao ambiente humano, fato que possibilita a ocorrência de surtos. A doença é causada pela bactéria do gênero leptospira, que penetra no corpo por meio da pele, especialmente por ferimentos. Porém, o contágio também pode haver em pele intacta que permanece imersa em água contaminada por um período longo.

Animais como bois, cavalos e até cães também podem adoecer e transmitir a doença. Além disso, o contato de humanos com esgotos, lagoas, rios e terrenos baldios também aumenta a possibilidade de propiciar a infecção.

 Leia mais
Fez exame na carreta da mamografia? Retire sua análise na Central de Vagas a partir de segunda
O perigo pode estar em casa: 80% dos focos do mosquito Aedes Aegypti estão em residências

 SINTOMAS

Entre os possíveis sintomas, destacam-se febre alta, mal-estar, dor muscular, olhos vermelhos, tosse, cansaço, diarreia, náuseas e manchas vermelhas.

EM CASO DE SUSPEITA

Em casos de suspeita, é recomendado procurar um médico e relatar que teve o contato e exposição à doença. É importante destacar que a automedicação não é indicada e pode, inclusive, agravar a doença.

 PREVENÇÃO

Saiba os cuidados necessários para prevenir-se:

– Evite o contato com água ou lama de enchentes;

– Desinfete e vede as caixas d´água, além de frestas e aberturas em portas e paredes;

– Utilize água sanitária para desinfetar reservatórios de água, pois o produto mata leptospira;

– Para controlar roedores, recomenda-se o uso de raticida (desratização), que deve ser realizado por técnicos devidamente capacitados;

– Acondicione e destine adequadamente o lixo;

– Armazene apropriadamente os alimentos;

– Quem trabalha com limpeza deve usar botas e luvas de borracha (ou sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés).


Palavras-chave: , , , , ,