Publicado em: 20/03/2020 - Última modificação: 20/03/2020 - 18:57
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Saúde altera programação de equipamentos públicos para evitar aglomerações

MUDANÇA - Medida se faz necessária para evitar disseminação da doença Covid-19 (coronavírus)



É importante destacar que a agenda será mantida para os atendimentos de gestantes no pré-natal, de recém-nascidos (de zero a seis meses) e casos graves

Compartilhar:

 Preocupada com a disseminação da doença Covid-19 (conhecida popularmente como coronavírus), a Secretaria de Saúde alterou a programação dos equipamentos de saúde das Redes de Atenção Básica e Especializada. O objetivo é diminuir a aglomeração de pessoas e melhor atender os pacientes com sintomas típicos do vírus.

 Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

Entre as alterações, destacam-se a suspensão da agenda programática de atendimento médico nas Unidades de Saúde da Família (USFs) e a redução da agenda dos equipamentos da Rede Especializada, como o Centro de Especialidades Médicas de Itanhaém (CEMI), Centro Especializado em Diabetes de Itanhaém (CEDI) e outros.

Porém, é importante destacar que a agenda será mantida para os atendimentos de gestantes no pré-natal, de recém-nascidos (de zero a seis meses) e casos graves.

Leia mais
A prevenção ao coronavírus começa por você: saiba como inibir a transmissão
Está com os sintomas? Saiba onde encontrar atendimento especializado

 Confira como será o atendimento:

 ATENÇÃO BÁSICA

  • Suspender a agenda programática para atendimento médico;
  • Manter agenda de pré-natal (gestantes);
  • O atendimento aos recém-nascidos (de zero a seis meses) será realizado de acordo com a classificação de risco no Acolhimento;
  • O intervalo entre as consultas poderá ser ampliado conforme orientação médica;
  • A emissão de laudos médicos será ofertada para os pacientes acompanhados nas unidades de referência;
  • As renovações de receitas serão conforme o fluxo de cada unidade;
  • As visitas domiciliares serão realizadas conforme o quadro clínico dos pacientes;
  • O atendimento de psicólogos será direcionado para casos graves;
  • O acolhimento será mantido e deverá ser realizado por toda equipe;
  • A atuação desses profissionais ficará direcionada ao atendimento em livre demanda para pacientes com quadro gripal, suspeita de COVID-19 e Dengue, seguindo o fluxo dos respectivos protocolos.

 ATENÇÃO ESPECIALIZADA

  • Reduzir a agenda programática com objetivo de organizar o fluxo nas unidades e estimular a população a permanecer no domicílio;
  • Auditar prontuários para identificar os pacientes que necessitam de atendimento presencial a ser realizado de forma segura para profissionais e pacientes e também definir as demarcações;
  • Deverá ser implantado o monitoramento a distância dos pacientes crônicos das unidades: CEMI, CINI, CEDI, CAPS II, CAPS AD e CAPS I;
  • Deverá ser mantida na unidade CESCRIM a assistência de gestantes de alto-risco e recém-nascidos de até seis meses. Assegurar a primeira consulta ao recém-nascido encaminhados da maternidade;
  • Analisar, conforme conduta técnica, a assistência nas unidades CMR e Fisioterapia, podendo ser os horários intercalados e as sessões em horários reduzidos;
  • Assegurar sempre que necessário, o fornecimento de medicamentos relacionados ao acompanhamento nas unidades: CINI, CEDI, CAPS II, CAPS AD e CAPS I;
  • Pacientes sintomáticos de quadro gripal em fluxo nas unidades da rede especializada deverão receber orientações conforme suspeita de COVID-19 seguindo o protocolo.

 ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

  • Serão aceitas excepcionalmente prescrições fora do prazo de validade sem a necessidade de consulta médica para renovação, nas receitas brancas para dispensações nas farmácias das unidades.

 ODONTOLOGIA

  • Serão mantidos apenas os atendimentos de urgência nas unidades básicas, sendo caracterizados por dores, abcessos e traumas.

 SALA DE VACINA

  • O atendimento em sala de vacina seguirá o fluxo das unidades e quando possível ocorrerá com maior quantidade de salas para agilizar o fluxo de pessoas e diminuir a possibilidade de aglomerações.

 COLETA DE PAPANICOLAU

  • Suspender as coletas de papanicolau.

 COLETA DE EXAMES LABORATORIAIS

  • Suspender a agenda programática de exames laboratoriais, com exceção dos exames de pré-natal e dengue.

 COLETA DO LABORATÓRIO CENTRAL

  • Assegurar as coletas de gestantes (TTGO e Urocultura), suspeita de dengue, exames admissionais e solicitados de urgências.


Palavras-chave: , , , ,