Publicado em: 30/06/2020 - Última modificação: 30/06/2020 - 14:22
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Piloto de Compostagem: O destino correto de resíduos verdes

MEIO AMBIENTE - O objetivo é reduzir as sobras de materiais vegetais e enriquecer a terra com nutrientes para as mudas de árvores nativas da Mata Atlântica do Município



Para a elaboração do adubo, as equipes utilizam restos de poda de árvores, como folhas e galhos e a própria terra

Compartilhar:

A Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente elaborou em maio deste ano o projeto Piloto de Compostagem, que visa transformar resíduos verdes, que seriam destinados ao lixo, em adubo natural. O objetivo é reduzir as sobras de materiais vegetais e enriquecer a terra com nutrientes para as mudas de árvores nativas da Mata Atlântica do Município, cultivadas em viveiros no Centro de Pesquisa e Educação Ambiental.

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

A compostagem é uma solução prática de destino útil aos resíduos que traz benefícios ao meio ambiente e à saúde pública. Para a elaboração do adubo, as equipes utilizam restos de poda de árvores, como folhas e galhos e a própria terra.

 Leia mais
Poda ou corte de árvore? Saiba como realizar o procedimento da forma correta
Prefeitura realiza mapeamento da coruja-buraqueira

O material produzido será empregado no cultivo de hortas e plantas como: Aroeira-pimenteira, Aroeira-salsa, Canafístula, Guanandi, Pau formiga, Cabeludinha, Manacá-da-serra, Chal-chal, Jacarandá-mimoso, Canelinha, Pitanga, Ipê-roxo, Ipê-rosa, entre outras.

“O projeto de resíduos provenientes do viveiro, produto que muitos consideram como descartável e que tem seu destino final o lixo, pode e deve ser reaproveitado. Além do baixo custo de produção, não causa impactos ambientais e é utilizado em jardins e hortas, devolvendo à terra, os nutrientes que necessita para mantê-la saudável”, esclarece William de Souza Carrillo, representante do departamento de Meio Ambiente.

 


Palavras-chave: , , , ,