Publicado em: 26/09/2017 - Última modificação: 02/10/2017 - 17:17
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Ar puro, caminhada: qualidade de vida em viver no litoral

TERCEIRA IDADE - Eles trocaram a correria e o trânsito de uma metrópole pelos benefícios de uma cidade litorânea



A essência para uma vida longeva é sempre a mesma: promover o bem-estar em ações simples do cotidiano

Compatilhar:

Dia de luz, festa de sol, um barquinho a deslizar no macio azul do mar… A canção, na famosa voz de Maysa, traz sensações de serenidade. Uma trilha sonora que se encaixa bem ao estilo de vida adotado pelo casal Luiz Nogueira Sales, de 69 anos, e Maria Cecília Sales, de 61 anos, que há um mês mora em Itanhaém. Eles trocaram a correria e o trânsito de uma metrópole pelos benefícios de uma cidade litorânea.

Confira as fotos

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram e no Facebook

Mudanças de ares e hábitos mais saudáveis são alguns dos segredos para a vitalidade. “Saio todos os dias, seja para ir à praia, seja para caminhar, seja para praticar uma das atividades do Grupo Conviver. Mexo com as plantas, então, o dia é mais ‘light’”, conta aos risos Maria Cecília, que está desfrutando dos benefícios de quem escolhe o litoral para viver. “Adoro visitar os pontos turísticos, as praias, conhecer as histórias. Em São Paulo, a gente só trabalha e dorme. Muito estresse, nada de aproveitar. Morar aqui é, sem dúvida, uma maravilha, uma tranquilidade”.

Envelhecer com saúde inclui cuidados com o corpo e a mente e, no Grupo Conviver, tornou-se um mantra, uma filosofia no dia a dia de quase 2 mil pessoas da terceira idade que vivem em Itanhaém. A essência é sempre a mesma: promover o bem-estar em ações simples como caminhadas, alongamento, yoga, danças, teatro, cursos de panificação, confeitaria e pintura em tecido.

“Uma cidade que inspira ar puro, qualidade de vida”. Essas são as palavras do aposentado Luiz Nogueira. “Aqui fiz amigos, aqui melhorei minha condição física. Estou vivendo os melhores momentos nesta Cidade”, explica. Ele e a esposa se mudaram há pouco tempo, mas têm casa no bairro Cibratel há quase quatro anos. “Nós frequentávamos o Município, mas sempre com o desejo de ficar. Só agora conseguimos realizar o sonho de fixar residência. Meus filhos moram em São Paulo, mas têm vontade de vir para Itanhaém, principalmente meus netos. Eles adoram”, finaliza o aposentado.


Palavras-chave: , ,