Generic selectors
Resultados exatos
Buscar por títulos
Buscar por conteúdo
Buscar
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
Administração
Assistência e Desenvolvimento Social
Comunicação Social
Desenvolvimento Econômico
Educação, Cultura e Esportes
Fazenda
Fundo Social
Gestão e Controle
Governo Municipal
Habitação
Leia Mais
Mais Notícias
Negócios Jurídicos
Obras e Desenvolvimento Urbano
Planejamento e Meio Ambiente
Procuradoria Geral
Relações do Trabalho
Saúde
Sem categoria
Serviços e Urbanização
Trânsito e Segurança Municipal
Turismo
Publicado em: 06/03/2019 - Última modificação: 14/03/2019 - 12:58
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br

Ecoponto: o destino certo para seus resíduos; saiba o que pode ser descartado

ADEQUADO - Os resíduos depositados nos ambientes determinados serão separados e levados a locais ambientalmente corretos



Pontos estarão inseridos nas regiões Verde Mar, Cibratel II, Gaivota e Savoy

Compartilhar:

“É um erro dizer que os ecopontos são lixões. Esses locais são específicos e apropriados para o descarte de resíduos sólidos que muitas vezes vão parar em ruas e terrenos baldios”. A frase é uma afirmação do secretário Municipal de Planejamento de Meio Ambiente, Ruy Santos, sobre o projeto de implantação dos Ecopontos que começa a sair do papel para ganhar as ruas nos próximos meses em diferentes regiões da Cidade, seguindo as diretrizes do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e da Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

Siga a Prefeitura de Itanhaém no Instagram, no Facebook e no Twitter

Afinal, o que pode ser levado aos Ecopontos? Entulhos da construção civil – abaixo de dois metros cúbicos – móveis velhos e restos de podas de árvores e jardins. Os Ecopontos são estruturas físicas colocadas em pontos estratégicos na Cidade para que a população possa levar seus resíduos sólidos recicláveis às regiões: Verde Mar, Cibratel II, Gaivota e Savoy, todos com funcionários para atendimento, recepção e controle do local, que atuarão em horário comercial.

Os resíduos depositados nos Ecopontos serão separados e levados a locais ambientalmente corretos. Materiais recicláveis serão destinados à Cooperativa Coopersol, que já realiza o trabalho de coleta seletiva da Cidade. “Com os Ecopontos, a população passa a ter um local certo para destinar os seus resíduos que terão uma destinação adequada para cada um desses materiais”, comenta Ruy Santos.

Saiba mais

Nas áreas onde serão instalados os Ecopontos estão prevista a construção de uma guarita, banheiro, sala administrativa, baias para o descarte de resíduos, pátio de manobras e ambiente para o despejo de entulhos de construção civil.

As obras já foram iniciadas, como a marcação delas e a colocação das placas para identificar as instalações. Além dos Ecopontos, a Cidade ainda contará com uma Área de Transbordo e Triagem (ATT) na Chácara Cibratel, que será destinada para manipular os entulhos de construções.

 Leia mais
Itanhaém participa da Semana Estadual de Coleta de Pneus Usados
Resíduos de construção civil: novas regras para obras e licenciamento dos receptores

REGIÃO COM ECOPONTOS

Outros municípios da Baixada Santista também aderiram os Ecopontos. Santos, São Vicente e Praia Grande possuem projetos semelhantes aos que serão implantados em Itanhaém nos próximos meses.

PONTOS DE ENTREGA VOLUNTÁRIA (PEV’s)

Itanhaém tem alguns Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) espalhados pela Cidade. Você pode contribuir para um planeta melhor, destinando seus materiais para locais adequados. Lâmpadas velhas podem ser entregues nas Lojas Dicico; eletrônicos na Prefeitura de Itanhaém; pets, papel e vidros na Coopersol; tintas em lojas de materiais de construção; pilhas e baterias nos supermercados Extra e Acai; remédios e embalagens nas farmácias e pneus na Rodoviária.


Palavras-chave: , , ,